WhatsAPP: (48) 3464-3153
E-mail: secretaria@igrejademaria.com.br
WhatsAPP: (48) 3464-3153
E-mail: secretaria@igrejademaria.com.br
AO VIVO

Seminaristas Daniel e Jonas serão ordenados diáconos

aNo domingo, 06 de março, a Catedral São José, em Criciúma, acolhe fiéis de norte a sul da Diocese para celebrar, a partir das 15 horas, a Missa com o rito de Ordenação Diaconal dos seminaristas Daniel Zilli Da Rolt e Jonas Emerim Velho, ambos com 26 anos de idade.

A celebração será presidida pelo Bispo da Diocese de Criciúma, Dom Jacinto Inacio Flach. Os seminaristas serão ordenados sob o lema diaconal “Eu vim para servir” (Mc 10,45). “A função do diácono é o serviço ao Reino de Deus, na pessoa dos irmãos. Queremos viver o mandato de Jesus Cristo, servir sem olhar a quem e levar a Boa Nova aos corações sedentos da escuta da Palavra de Deus”, afirmam os vocacionados.

danielQuem é o seminarista Daniel?

O seminarista Daniel Zilli Da Rolt nasceu em 23 de junho de 1989, em Içara. Filho de Hildo Da Rolt e Elizabete Zilli Da Rolt, é irmão de Maicon e de Guilherme. Sua comunidade de origem é dedicada ao Sagrado Coração de Jesus, em Morro Bonito, Içara, atendida pela Paróquia São Donato.

“Meus pais foram os primeiros que me ensinaram a viver a fé e a levar a sério os valores cristãos. Venho de uma família simples, católica e muito religiosa. Quando criança aprendi com eles que devemos rezar, ir à igreja, zelar pelas coisas de Deus, estar disponível as pessoas e participar das atividades na comunidade. Levo muito em conta a participação nos Grupos de Família, que acontecia nas segundas-feiras, na casa das famílias. Ainda criança, fui criando hábito pela vida de oração, gostava de participar da Missa, fui catequista durante um tempo. Com 10 anos de idade, já sentia no meu coração o desejo de ser padre. Me chamava a atenção ver o padre rezando a missa. E dizia para minha família: ‘Quero ser padre também!’ Em casa, em cima de uma mesa, com um copo com água e uma bolacha brincava de rezar missa”, recorda Daniel.

Daniel fez estágio vocacional em 2007 e ingressou no Seminário Propedêutico em 2008, tendo por primeiros formadores os padres Alírio Leandro e Antoninho Rossi. Nesta época, auxiliou, nos finais de semana, a Paróquia Santo Agostinho, em Rio Maina e também fez a experiência de visitar os encarcerados do Presídio Santa Augusta, junto a Pastoral Carcerária.

De 2009 a 2011, residiu no Seminário Filosófico de Santa Catarina (SEFISC), em Brusque, onde cursou Filosofia. “Nos finais de semana meu local de pastoral era a Paróquia São Pedro, na comunidade Santa Rita, em Gaspar, Diocese de Blumenau. Durante três anos desenvolvi meus trabalhos nesta comunidade. Neste período de estágio pastoral, sempre fui disponível às necessidades da comunidade. Além de conduzir a celebração da Palavra, visitava as famílias, os doentes, participava do grupo de jovens, como também na formação de novas lideranças”, conta.

De 2012 a 2015 residiu no Seminário Teológico Bom Pastor, em Florianópolis, enquanto estudou Teologia na Faculdade Católica de Santa Catarina (FACASC). Nos finais de semana, auxiliou nos trabalhos pastorais da Paróquia Nossa Senhora da Natividade, em Cocal do Sul e na Paróquia Santo Antônio, em Quarta Linha, Criciúma.

jonasQuem é o seminarista Jonas?

O seminarista Jonas Emerim Velho nasceu em 17 de janeiro de 1990, em Osório (RS). Filho de Cilon Pereira Velho e Avelina Emerim Velho, é irmão de Fábia, Natália e Cilon. Sua comunidade de origem é a dedicada a Santa Rosa de Lima, comunidade matriz da Paróquia de Santa Rosa do Sul.

“Me percebo chamado para isso, para dedicar minha vida pelo anúncio do Evangelho, pela celebração dos sacramentos e pelo serviço às comunidades. Quando era adolescente, sempre participava da missa, levado por meus pais. Mas em determinado momento, senti um questionamento muito grande sobre minha vocação, motivado também por um colega de sala de aula que foi conhecer o seminário e chegou me contando as novidades. Desde então, desejo, e creio que Deus deseja, me unir cada vez mais a Jesus Cristo e ser uma extensão de sua presença, pela pregação e celebração da Igreja”, afirma Jonas.

Em 2004, Jonas fez estágio vocacional no Seminário de Caravaggio, motivado pelo padre Carlos Weck, então pároco de Santa Rosa do Sul. Ingressou no Seminário Menor em 2005, tendo por reitor o padre Ludgero Feldhaus. Em 2008, já no Seminário Propedêutico, serviu, nos finais de semana, a Paróquia Santo Agostinho, em Rio Maina, e como Daniel, também participava das visitas da Pastoral Carcerária ao Presídio Santa Augusta.

Em 2009, durante os estudos em Filosofia no Seminário Filosófico de Santa Catarina (SEFISC), em Brusque, fez pastoral na comunidade São Francisco, em Barra Velha, Diocese de Joinville. De 2010 a 2011 atuou na comunidade Santa Terezinha, em Gaspar, Diocese de Blumenau. De 2012 a 2015, residiu no Seminário Teológico Bom Pastor, em Florianópolis, onde estudou Teologia pela Faculdade Católica de Santa Catarina (FACASC). Neste período, serviu as paróquias São Roque, em Morro da Fumaça, e Nossa Senhora da Natividade, em Cocal do Sul. “Em ambas as paróquias a experiência foi muito positiva. Sempre gostei muito de estar com as comunidades, celebrando a fé, dando formação para as lideranças, com os coroinhas e jovens”, destaca o seminarista.
Jonas e Daniel falam da alegria em servir a Deus e os irmãos

Os seminaristas manifestam sua feliz expectativa, próximos de celebrar o grande momento da ordenação diaconal. Segundo Jonas Emerim, sua alegria está em saber que tem uma razão forte pela qual pode, e valerá à pena, entregar sua vida. “Sou feliz por saber que a vida tem sentido quando ela é entregue, e é isso que estou fazendo. Sou feliz também por poder orientar as pessoas, escutá-las, visitá-las, falar-lhes de Jesus Cristo, uni-las a Ele pelos sacramentos. Para mim, isso não tem preço!”.

Assim acontece também com Daniel Da Rolt que, como ministro ordenado, poderá dedicar seu tempo ao povo de Deus. “Poderei atender as pessoas, orientá-las para Deus, por meio de uma palavra de conforto e alegria. O trabalho pastoral é algo que me chama muito a atenção. Gosto de atender as pessoas, visitar os enfermos, organizar pastorais e lideranças, a formação para o crescimento e conhecimento dos leigos. Sinto-me feliz pela escolha que fiz e agradeço a Deus por ter confiado a mim a vocação de ministro ordenado. Quero anunciar o Evangelho, a Boa Nova a todas as criaturas”, garante.

Fonte: Bibiana Baesso / Comunicação Diocese de Criciúma

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.