WhatsAPP: (48) 3464-3153
E-mail: secretaria@igrejademaria.com.br
WhatsAPP: (48) 3464-3153
E-mail: secretaria@igrejademaria.com.br
AO VIVO

Pastoral Carcerária faz visita de Natal ao presídio Santa Augusta

capture-20151216-155246Na manhã desta quarta-feira dia 16, a Pastoral Carcerária da Diocese de Criciúma promoveu mais uma de suas visitas semanais ao Presídio Santa Augusta, desta vez, por ocasião do tempo do Natal que se aproxima. A equipe formada por 15 agentes, composta por padre, religiosas, seminaristas e leigos visitou todas as alas da unidade prisional, levando chocolates e uma mensagem de fé, amor e esperança.

Junto aos encarcerados, os representantes da Igreja Católica rezaram e cantaram. Hoje há cerca de 600 detentos na prisão, 78 deles, mulheres. A visita teve início na ala feminina, que foi tomada por um clima de alegria pela presença do grupo. “Eles representam muito para todas, pois muitas não recebem visitas. Nesse momento, cada uma dessas pessoas se torna um familiar nosso. Essa lembrança que trazem, materialmente, não significa nada. Mas o mais importante é saber que não estamos esquecidos por Deus. Essas pessoas são verdadeiramente inspiradas por Cristo, sendo que a Bíblia diz: ‘Pode uma mãe esquecer-se de um filho o qual amamentou, mas o Senhor nunca nos esquece'” (cf. Is 49,15), declara a detenta R.P., há 17 anos reclusa.

Para o ano de 2016, em virtude do Jubileu Extraordinário da Misericórdia, a Diocese de Criciúma preparará celebrações especiais junto aos encarcerados. “Para nós, da Pastoral Carcerária, essas visitas caracterizam muita alegria e aprendizado junto aos encarcerados, porque recordamos da misericórdia de Deus. E uma das práticas da misericórdia é a visita aos presos. E quando a fazemos, com certeza estamos vivendo o Evangelho”, ressalta o assessor eclesiástico da PC, padre José Aires Pereira.

>>>Veja mais fotos clicando aqui

Fonte: Comunicação Diocese de Criciúma

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.