WhatsAPP: (48) 3464-3153
E-mail: secretaria@igrejademaria.com.br
WhatsAPP: (48) 3464-3153
E-mail: secretaria@igrejademaria.com.br
AO VIVO

Padre Valmor Della Giustina completa 30 anos de vida sacerdotal

12001949_1039170956101201_1986824744_oNo ultimo dia 21 de setembro, o padre Valmor Della Giustina, que atualmente exerce a função de vigário na paróquia Imaculado Coração de Maria, comemorou 30 anos de sacerdócio. Durante este período dedicado à Igreja católica, o padre já passou por cidades como Imbituba, Meleiro, Orleans, Sombrio, Urussanga e está em Lauro Müller há 8 anos.

Conhecido pelo espirito acolhedor e solidário e o jeito simples de tratar a todos, o padre recorda que a vocação para a vida sacerdotal surgiu ainda na infância, na cidade de Orleans, onde nasceu e viveu até os 13 anos, quando entrou para o seminário em Tubarão. Ele conta que junto com seu irmão gêmeo são o quinto filho dentre nove irmãos. Todos sempre foram muito católicos: a casa era um ambiente de muita fé que contribuiu de maneira significativa para o discernimento de sua vocação.

“Meus pais nos ensinaram a rezaram pelas vocações desde cedo, em nossa casa era constante a presença de sacerdotes e religiosas, somente dos descendentes do meu bisavô paterno são 11 padres, isso tudo me ajudou a optar pela vida religiosa”, destaca.

Hoje, com 58 anos, o padre fala que ao longo desses 30 anos da vida dedicada a Deus, em momento algum se arrependeu ou pensou em desistir de sua missão. “Ser pároco as vezes não é fácil, ter que lidar com as questões administrativas de uma paróquia acaba roubando muito do nosso tempo. Porém, ser vigário já é mais fácil pois podemos dedicar maior atenção aos fiéis. Nunca sabemos quando alguém vai precisar de nós, temos que estar à disposição. É compensatório ver pessoas felizes após uma conversa ou orientação”, ressalta.

Na Igreja seu trabalho pastoral esteve sempre ligado a pastoral da saúde, onde buscou a recuperação do conhecimento popular sobretudo das plantas medicinais. Durante sua passagem por Imbituba ajudou na implantação do Centro de Orientação Alternativa Água Nascente – ORIALAN, seu objetivo maior é recuperar as pessoas doentes, através do tratamento alternativo natural, e orientar, no sentido de não mais ficarem doentes, através da prevenção. Em Orleans ajudou a criar a Aconelfa, entidade filantrópica, onde coordena vários trabalhos sociais. Em Urussanga onde esteve por dois anos incentivou a construção de engenhos comunitários. Em todas as cidades que passou organizou e implantou as roças comunitárias. Coordena o informativo Folha da Saúde, que é distribuído bimestralmente está na 95ª edição com uma tiragem de 10 mil exemplares.

Além das faculdades de filosofia e teologia padre Valmor é pós-graduado em plantas medicinais pelo instituto Bagozzi de Curitiba, para auxiliar nos trabalhos da pastoral da saúde, fez um curso de parapsicologia com o padre Quevedo e atualmente é acadêmico do curso de agronomia do Unibave. Paralelamente está fazendo um curso de homeopatia visando a criação de uma escola homeopática. “É mais uma alternativa que queremos colocar ao alcance da sociedade, já que são medicamentos baratos e que não deixam nenhum tipo de resíduo no nosso organismo”, destaca.
Para Della Giustina uma das suas maiores alegrias é seguir a mensagem de Jesus e se colocar a serviço da vida de todos. “Ninguém deve se sentir inútil neste mundo, até mesmo um acamado ele pode ajudar de alguma forma uma pessoa necessitada. Que todo mundo procure fazer da melhor forma possível seu trabalho profissional e se sobrar um tempo ou já for aposentado, que busque um trabalho voluntário e se coloque a serviço da vida” enaltece.

Trabalho, religião, amizade, honestidade, solidariedade são valores fundamentais que padre Valmor nunca abriu mão e por isso sua presença é marcante pelas cidades onde já exerceu seu ministério sacerdotal.

No sábado, dia 26, a equipe da pastoral vocacional da paróquia prestou uma singela homenagem ao sacerdote. A projeção de um vídeo com imagens que resgataram os 30 anos de sacerdócio e o depoimento do Bispo Dom Jacinto e de alguns padres, que já exerceram juntos com Della Giustina o ministério sacerdotal.

 

Texto: Juliano Altino
Fotos: Arquivo/Pascom

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.