WhatsAPP: (48) 3464-3153
E-mail: secretaria@igrejademaria.com.br
WhatsAPP: (48) 3464-3153
E-mail: secretaria@igrejademaria.com.br
AO VIVO

Nota de Falecimento: Ir. Inês Carozza (fdz)

r

A Diocese de Criciúma comunica com pesar o falecimento da Irmã Inês Carozza, da congregação das Irmãs Filhas do Divino Zelo. Irmã Inês tinha 75 anos de vida e 56 de consagração religiosa. Faleceu às 19h10min desta quarta-feira, 1º de abril, após uma parada cardiorrespiratória enquanto aguardava, no interior da Igreja São Donato (Içara), pelo início da Missa do Crisma.

A religiosa cumpriu papel marcante no serviço prestado à Pastoral da Saúde, com produção de medicamentos naturais. Seu corpo está sendo velado na Capela do Colégio Cristo Rei, em Içara. A missa de corpo presente será celebrada às 16 horas, de hoje (02), na igreja matriz, e o sepultamento no cemitério municipal.

A Diocese de Criciúma se solidariza às Irmãs Filhas do Divino Zelo, pela páscoa de Irmã Inês e reafirma sua esperança na palavra que diz: “Eu sou a ressurreição e a vida. Quem crê em mim, ainda que tenha morrido, viverá. E todo aquele que vive e crê em mim, não morrerá jamais” (Jo 11, 25-26).

Comunicado de Falecimento e Histórico de Irmã Inês emitido pela Província:

Tudo vem de ti, Senhor, e a ti ofertamos o que de tuas recebemos (Cf. 1Cr 29, 14b)

Queridas Irmãs e Amigos, comunico que Ir. Inez Carozza fez sua Páscoa definitiva, nesta quarta-feira santa, 1° de abril. Estava na Igreja Matriz de São Donato, Içara- SC, aguardando a celebração Eucarística junto com as Irmãs da comunidade Cristo Rei, e começou a sentir-se mal. Dirigiu-se à porta da Igreja e foi atendida por uma enfermeira. A seguir, voltou ao banco aguardando a celebração, onde sofreu uma parada cardiorrespiratória. Socorrida pron-tamente foi levada ao Hospital São Donato pelo Corpo de Bombeiros que tentou reanimá-la, mas não foi possível evitar o óbito. Era por volta de 19h10.

Ir. M. Agnesina Carozza nasceu em Macchia Valfortore, Itália, aos 09 de março de 1940, em uma família de quatro irmãos: três mulheres e um homem. Ingressou no Instituto das Filhas do Divino Zelo em 1º de outubro de 1954, na cidade de Roma, Itália, e aí recebeu toda a formação inicial, vindo e emitir os votos religiosos no dia 07 de outubro de 1959, e fez a profissão perpétua em 04 de outubro de 1964.
Desde jovem alimentou o desejo de ser missionária, sendo correspondida no ano de 1966 quando foi enviada para Richmond, na Austrália onde permaneceu até 1968. Neste mesmo ano chegou ao Brasil no dia 08 de julho e desde então desenvolveu diversas atividades em várias casas da província.

Entre os anos de 1976 e 1982 foi Delegada do Governo Geral no Brasil e aqui atuou, também, nas cidades de Rio de Janeiro (RJ), Três Rios (RJ), Valença (RJ), Alpinópolis (MG), Maetinga (BA) e Içara (SC) onde residia atualmente.

No início da década de 90 do séc. XX, Irmã Agnesina desenvolveu o interesse pela medicina natural alternativa e dedicou-se ao aprendizado de várias técnicas para a manipulação de fitoterápicos e homeopatia. Nas cidades por onde passou muitas pessoas usufruíram dessa sua prática. Em Içara atuava junto à Pastoral da Saúde da Paróquia São Donato e cultivava num espaço do quintal do Colégio Cristo Rei numerosa variedade de plantas medicinais.

Uma marca significativa do apostolado de Irmã Agnesina era a atenção aos pobres. Nunca descartava a possibilidade de ajudar quem fosse, ainda que precisasse recorrer a um espaço da casa onde residia para abrigar um necessitado.

Irmã Agnesina deixa um legado precioso de autêntica Filha do Divino Zelo, sempre preo-cupada com a qualidade das vocações para o Instituto e para a Igreja. A simplicidade e a dedicação com que sempre executou seus compromissos são a marca registrada de sua vida como FDZ.

Ela foi um a Irmã especial que viveu entre nós espalhando bondade, generosidade e cuidado. Tinha mãos e coração mágicos portadores do poder da cura; tinha palavras suaves com o dom de ouvir e aconselhar, possuía ouvidos caridosos com o poder de ouvir e guardar os segre-dos dos corações aflitos.

Agradecemos e louvamos a Deus por nos ter concedido a graça de conviver com esta cara Irmã e ter com ela convivido.

Rio de Janeiro, 01 de abril de 2015.

Madre Maria Eli Milanez
Superiora Provincial

Fonte: www.diocesecriciuma.com.br

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.