FONE: (48) 3464-3153
E-mail: secretaria@igrejademaria.com.br
FONE: (48) 3464-3153
E-mail: secretaria@igrejademaria.com.br
AO VIVO

Igreja Nossa Senhora do Bom Parto

Foto: Ecos Fotografias

Os primeiros habitantes chegaram em Rio Capivaras do Meio por volta de 1906. A comunidade tem esse nome porque é cortado pelo Rio Capivaras, assim conhecido por ter esse roedor em abundância e, geograficamente estar entre as localidades de Rio Capivaras Baixo e Rio Capivaras Alto.

Como aconteceu com a maioria das localidades do interior do nosso município, também Rio Capivaras do Meio possui apenas alguns registros religiosos.

E tudo começou quando Angelina Mason e Elena Volpato Bett, resolveram colocar as imagens de Nossa Senhora do Parto e de Nossa Senhora do Rosário dentro de um pequeno oratório perdurado no galho de uma árvore. Neste local o povo habituou-se a reunir-se aos domingos para orar, venerar e festejar por muito tempo.

A primeira capela tinha a parte da frente de madeira e cerca de estanquetas ao redor. Dentro, somente cinco bancos para as pessoas alojarem-se. Na falta de um sino, usavam-se dois pedaços de ferro de trilho para chamar os devotos. Nas festas a comida era galinha, macarrão e arroz. Preparam a comida em pratos para vender.

A bebida era vinho em barril. Mais tarde foi construída uma outra no centro da comunidade, num local mais apropriado. A construção da atual capela cuja padroeira é Nossa Senhora do Bom Parto data de 19 de dezembro de 1968.

Consta que no final dos anos 40 a comunidade contava com mais de 300 habitantes e tinha na agricultura sua principal atividade. Também dispunham de olaria, engenho de farinhas e de cana de açúcar, alambique e descascador de arroz. A primeira escola foi erguida em 1979.