FONE: (48) 3464-3153
E-mail: secretaria@igrejademaria.com.br
FONE: (48) 3464-3153
E-mail: secretaria@igrejademaria.com.br
AO VIVO

Igreja Matriz Imaculado Coração de Maria

Foto: Ecos Fotografias

Lauro Müller, inicialmente chamada Minas dependia religiosamente da paróquia de Tubarão, cujos padres vinham periodicamente para administrar os sacramentos e atender os doentes.

Não havendo capela o povo era reunido no barracão da Cia. Barro Branco, hoje Posto Chaminé. Em 1919 foi celebrada a primeira missa e administrado o Sacramento da Crisma por Dom Joaquim Domingues de Oliveira, arcebispo de Florianópolis.

Em outubro de 1922 dois padres missionários Pe. Martinho e Pe. Antônio Morais ergueram uma grande cruz numa colina defronte a Vila Operária, onde o povo reunia-se para suas devoções. Posteriormente a empresa carbonífera cedeu um barracão na Vila Operária para converter em capela.

A primeira imagem ali venerada foi um quadro do Imaculado Coração de Maria, oferta da Sra. Marta Vetterli, esposa do gerente da mineradora Walter Vetterli. Ainda em 1922 Pedro Marcelino de Carvalho ofertou o sino que serviu até a inauguração da nova Matriz.

Posteriormente, os diretores da Cia. Barro Branco notando o interesse dos seus operários na construção de uma capela maior, apresentou uma planta elaborada pelo próprio Henrique Lage, além de doar um terreno para tal. Em 1923 os trabalhos foram iniciados, mas, a obra não passou do alicerce, por não estar num terreno pertencente a Mitra Episcopal.

Somente em 1945 a obra foi concluída, após regularizado os problemas com a Arquidiocese. No mesmo ano foram adquiridos e bentos os três novos sinos. Nicolau Klinger foi contratado para decorar a nova Igreja. Pe. Paulo Hobold, vigário paroquial de Orleans, foi encarregado de prover a Igreja com novas imagens, paramentos, vasos sagrados, etc. em 28 de março de 1946. O primeiro pároco foi Monsenhor Bernardo Peters que foi empossado em 2 de fevereiro de 1947.

Deu-se em 15 de março de 1947 a primeira visita de S. Excia. Revma. Dom Joaquim Domingues de Oliveira à Lauro Müller e foi o orador da missa celebrada pelo Cônego Frederico Hobold, as dez horas. Nesta missa foi administrado o sacramento da crisma em 1256 pessoas. No dia 24 de agosto de 1947 foi realizada a primeira festa do Imaculado Coração de Maria.

A chuva prejudicou as festividades e a procissão não foi realizada. Em 1973 teve início a demolição da Igreja para dar lugar a atual. No dia 22 de junho de 1973 a torre foi demolida.

A construção da nova igreja iniciou em 1973 na administração do Pe. Hercílio Capeller e foi concluída no período do Pe. Armando Feltrin. A Prefeitura não colaborou nesta importante obra.

O primeiro Cerco de Jericó aconteceu de 13 a 20 de maio de 2007, com sete dias de oração 24 horas por dia. O Pe. Antônio Vander da Silva idealizou e comandou as festividades.