FONE: (48) 3464-3153
E-mail: secretaria@igrejademaria.com.br
FONE: (48) 3464-3153
E-mail: secretaria@igrejademaria.com.br
AO VIVO

Agentes aprendem sobre fotografia e são orientados a respeitar espaço litúrgico

Foto: Bibiana Pignatel/Diocese de Criciúma
Foto: Bibiana Pignatel/Diocese de Criciúma

Uma opção diferente para aproveitar o dia de domingo. E foram eles mesmos, os mais de 80 agentes da Pastoral da Comunicação de 17 paróquias da Diocese de Criciúma que escolheram o dia 28 de fevereiro para aprender mais sobre a arte de dominar as lentes de uma câmera fotográfica e de agir com mais discrição dentro do espaço litúrgico.

O encontro, acolhido pela Paróquia São Donato, em Içara, teve início com a Adoração ao Santíssimo Sacramento, presidida pelo assessor eclesiástico da Pascom, padre Antoninho Rossi, na igreja da Misericórdia.

O período da tarde foi dedicado ao repasse de conhecimento do fotógrafo Gilmar Bonifácio (Foto Axé). Com 32 anos de experiência em fotografia, Gilmar explicou, passo a passo, a função e utilização de cada componente de uma câmera fotográfica, tipos de lentes e como compor as imagens.

Bonifácio, que já foi seminarista e professor de Filosofia e Sociologia, se envolveu com a fotografia em 1985, quando foi para a Bahia como missionário leigo do projeto Igrejas Irmãs. Lá, atuou também como assessor sindical e agente da Comissão Pastoral da Terra. Começou a utilizar uma câmera fotográfica pela necessidade de produzir fotos 3×4 para que os trabalhadores pudessem se filiar aos sindicatos.

“Foi muito interessante estar aqui com este povo que trabalha na Pastoral da Comunicação na Diocese e, principalmente, por entender que esse trabalho de evangelizar através da comunicação passa também por apresentar um bom trabalho na área de textos e de fotografia. Não basta só dar um clique, temos que dar um olhar diferente, saber o que estamos fotografando e ter conhecimento técnico. Trabalhamos um pouco sobre isso e acredito e espero que possa ajudar cada um que participou a melhorar sua forma de olhar o mundo, olhar as coisas que estão acontecendo ao seu redor, através das lentes de uma máquina fotográfica”, disse o assessor.

“Para mim, o workshop valeu muito à pena, pois aprendemos muitas coisas que não sabíamos. Com isso, podemos fazê-las de maneira correta, corrigindo nossos erros e aplicando o conhecimento ganho de maneira que a Pascom possa crescer pastoralmente”, afirma a agente da Pascom na Paróquia Imaculado Coração de Maria, de Lauro Müller, Maria Eduarda Locatelli.

Espaço litúrgico deve ser respeitado pelos fotógrafos

O fim da tarde foi reservado a orientações quanto à postura do agente da Pascom nas atividades pastorais e, de modo especial, no ambiente litúrgico. Quem ministrou a assessoria foi o Coordenador Diocesano de Pastoral, padre Joel Sávio. Os participantes do encontro foram orientados a ter um cuidado especial em fornecer informações corretas aos meios de comunicação e ao fazer postagens em sites e redes sociais. Além disso, segundo o padre, “a postura do agente é estar informado” e, para isso, ele deve se manter por dentro das atividades realizadas pela comunidade. “É uma Pastoral, e pastoral se faz cuidando da comunicação, interna e externamente”, frisou o assessor.

Os agentes foram alertados por padre Joel a evitarem certos abusos que, às vezes, são cometidos por quem fotografa as celebrações. “Por que fotografar a Eucaristia? A Eucaristia é para ser celebrada e não exposta! O presbitério é um espaço reservado para quem está presidindo a cerimônia. Não é necessário ficar circulando por cima do presbitério para tentar fazer a melhor foto de um momento celebrativo. Dá para se fazer à distância. Se, por ventura, por alguma situação ou posição for necessário subir, suba e desça. Não fique em cima do presbitério”, advertiu padre Joel.

Segundo o presbítero, o espaço da nave é livre para a circulação de quem fotografa, que deve se movimentar pouco e com muita discrição. A discrição deve sobressair também no falar e nas vestes, que não podem ser chamativas; no uso de acessórios fotográficos e até mesmo nas capas de celulares e sons de chamada (os aparelhos devem ficar no modo silencioso). Devem ser evitados calçados que, ao caminhar, sejam ruidosos, como os de salto.

O coordenador de pastoral pediu que as equipes sempre dividam as funções dos fotógrafos, para não acumular pessoas em frente ao altar ou em determinadas celebrações como batizados e casamentos. “O momento mais importante, em um casamento, é o do consentimento dos noivos. E às vezes, se dá mais importância às alianças ou à entrada do pajem. É a perda de sentido: o principal escapou”.

Padre Joel também chamou a atenção sobre a cobertura fotográfica em celebrações de Primeira Eucaristia e Crisma. Disse que é muito comum os fotógrafos chamarem as crianças no momento em que vão receber os sacramentos. “O principal não é a fotografia. É ela receber a Eucaristia. Então, façam a foto de forma que não seja chamado atenção. A criança tem que estar natural. Aí, sim, fica uma foto bonita: ela celebrando e não posando para a foto”, pontuou.

O padre orientou para que os agentes pastorais busquem conhecer os ritos da celebração antes de fotografar. Pediu que compartilhem as informações importantes que precisam ser divulgadas junto aos meios de comunicação e que tenham boa relação com eles.

O coordenador de pastoral também informou que, a partir de agora, a cobertura fotográfica das celebrações de âmbito diocesano, como missas do Crisma (celebrada na Diocese na quarta-feira santa) e missas com ordenações diaconais e presbiterais fica sob responsabilidade do Setor de Comunicação da Diocese, que convidará uma equipe e compartilhará as fotos e informações com todas as demais.

A formação diocesana contou com a presença do assessor de imprensa da CNBB Regional Sul 4, Marcelo Luiz Zapelini, que convidou os agentes a usarem a hashtag #Sul4 em publicações das comunidades e paróquias nas redes sociais. O objetivo é acompanhar as atividades e colaborar na divulgação de iniciativas relevantes ou interessantes ao Regional.

Próximo encontro será no dia 1º de maio

No domingo 1º de maio, a Pastoral da Comunicação da Diocese de Criciúma, através de seus coordenadores diocesanos, Yan Custódio, Alan Votri e Helder Nazário, promove a Peregrinação dos Comunicadores. A atividade faz parte do calendário diocesano do Jubileu Extraordinário da Misericórdia. Terá início às 15 horas, com momentos de reflexão, adoração e missa. Todas as equipes paroquiais e meios de comunicação são convidados a participar.

Fonte: Diocese de Criciúma

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.