WhatsAPP: (48) 3464-3153
E-mail: secretaria@igrejademaria.com.br
WhatsAPP: (48) 3464-3153
E-mail: secretaria@igrejademaria.com.br
AO VIVO

A quaresma e o número 40: um simbolismo ligado a períodos de mudança

A Quaresma é um tempo litúrgico abertamente ligado ao número 40. De fato, a própria palavra “quaresma” vem do latim “quadragesima dies“: significa “o quadragésimo dia” e faz referência ao período de 40 dias entre a Quarta-Feira de Cinzas e o Domingo de Ramos, que abre a Semana Santa.

O Papa Bento XVI falou do significado litúrgico dos “quarenta dias da Quaresma” durante a audiência geral de 22 de fevereiro de 2012, quando assim o resumiu:

“Trata-se de um número que exprime o tempo da expectativa, da purificação, do regresso ao Senhor e da consciência de que Deus é fiel às Suas promessas”.

A quaresma e o número 40
As Sagradas Escrituras trazem uma abundante relação entre o número 40 e períodos importantes de preparação, expectativa e mudança. Recorde alguns exemplos:

  • Deus fez chover 40 dias e 40 noites nos tempos de Noé (Gênesis 7,4);
  • Moisés passou 40 dias de jejum no Monte Sinai, a sós com Deus (Êxodo 24,18);
  • O povo de Israel passou 40 anos em êxodo pelo deserto rumo à Terra Prometida (Números 14,33);
  • Elias passou 40 dias e 40 noites caminhando até o Monte Horeb (1 Reis 19,8);
  • Israel viveu 40 anos de paz sob os juízes (Juízes 3,11);
  • Duraram 40 anos os reinados de Saul (Atos 13,21), Davi (II Samuel 5,4-5) e Salomão (I Reis 11,42), os três primeiros reis de Israel;
  • Jonas profetizou 40 dias de julgamento para que Nínive se arrependesse (Jonas 3,4);
  • Jesus foi levado por Maria e José ao templo 40 dias após Seu nascimento (Lucas 2,22);
  • Jesus jejuou durante 40 dias no deserto, onde foi tentado pelo demônio (Mateus 4,1–2; Marcos 1,12–13; Lucas 4,1–2);
  • Durante 40 dias, Jesus ressuscitado instruiu os discípulos antes de subir ao Céu e enviar o Espírito Santo (Atos 1,1-3).

Também há quem considere que Jesus tenha estado fisicamente morto durante cerca de 40 horas: das 3 da tarde da Sexta-Feira Santa até aproximadamente as 7 da manhã do Domingo de Ressurreição, embora a Bíblia não mencione a hora em que Ele ressuscitou.

Via Aleteia